Google+ loadbongsnotguns: Junho 2014

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Review: Mars Red Sky - Stranded in Arcadia [2014]



Dizer que, o Mars Red Sky, é uma das bandas revelação do cenário stoner/psicodélico atual é um pouco forçado, assim era como eu pensava, até que os vi aqui no Rio, em Setembro do ano passado, o evento organizado pela Abraxas e que estremeceu o MOFO, foi mais do que convincente pra eu mudar de ideia. Sabia-se na ocasião que eles estariam finalizando a turnê aqui no terceiro mundo e estariam entrando em estúdio para gravação do Stranded in Arcadia sucessor do disco debutante. Devido aos problemas para entrar nos EUA o disco acabou sendo todo produzido e gravado aqui mesmo no Rio de Janeiro, o feito foi liderado por Gabriel Zander no Estudio Superfuzz, e em uma semana o disco ficou pronto, meteram os 3 numa sala toda microfonada e tudo foi gravado ali mesmo ao vivo, no cru. Já os vocais foram mixados depois e aplicados ao som, ficou foda!

Ao começar a ouvir o disco, de preferencia faça isso “não sóbrio”, você vai ver que a evidencia de Stranded in Arcadia ser um trabalho mais maduro que seu antecessor é descarada, achei este aqui bem mais dinâmico e até mais arrastado que o anterior. Vou tentar desenrolar um pouco do disco para vocês, vamos lá! A space trip de 45 minutos começa de cara, nos primeiros momentos de The Light Beyond, e a densidade prossegue em Hovering Satellites fazendo das duas as mais pesadas do disco, Holy Mondays e Join the Race são mais melódicas, assim cadenciando a pegada inicial do disco, a equalização e timbre de vocais do Julien Praz e Jimmy Kinast nestas musicas ficaram do caralho. Ná metade do disco vem Arcadia, totalmente instrumental é a mais psicodélica e progressiva do disco e te deixa sem combustivel no meio da galaxia, Circles e Seen a Ghost fecham o disco com a mesma pegada impecavel das músicas 2 e 3, para acabar Beyond The Light faz a nave aterrisar em solo firme, é composta de uma reprise curtinha e mais calma do música abre alas.

Resumindo, Stranded in Arcadia é um disco super equilibrado, cheio fuzz e com riffs poderosos, solos bem desenhados, onde a equalização de melodia e peso torna a banda singular. Posso dizer que estou ansioso para rever o MRS em terras de macaco e gostaria de dar parabéns para a rapaziada que fez a coisa toda acontecer aqui no Brazil, obrigado!

Muito recomendo este disco.

Obs: A primeira imagem é do EP recentemente lançado. Justo colocar aqui já que é a cara do Rio de Janeiro.

Tracklist:
1. The Light Beyond
2. Hovering Satellites
3. Holy Mondays
4. Join The Race
5. Arcadia
6. Circles
7. Seen A Ghost
8. Beyond The Light

Nota: 5/5


domingo, 22 de junho de 2014

Soufly @ Hellfest 2014

O Hellfest deste ano acabou hoje dia 22 e ontem 21 teve o Soulfly, você pode ver abaixo como foi.
Pra mim, essa banda já encheu o saco faz muito tempo.

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Overload Music Fest


A produtora Overload acaba de anunciar seu primeiro festival, que acontece em setembro nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro.

Entre os nomes internacionais, três são inéditos no Brasil: God is an Astronaut, Alcest e Swallow the Sun - além deles, se apresenta também a clássica banda americana Fates Warning.

No Rio de Janeiro serão dois shows separados: no dia 4 de setembro o Teatro Rival Petrobras recebe God is an Astronaut e Alcest. No dia seguinte sobem ao palco Fates Warning e Swallow the Sun. Já em São Paulo, o festival acontece no Via Marquês em apenas um dia, 6 de setembro (sábado), e terá o acréscimo da banda Labirinto.

4/9 (quinta-feira) - Rio de Janeiro RJ
God is an Astronaut + Alcest
Local: Teatro Rival Petrobras
Endereço: Rua Álvaro Alvim 33
Abertura da casa: 19h00
Início do show: 20h00
Classificação etária: 16 anos

5/9 (sexta-feira) - Rio de Janeiro RJ
Fates Warning + Swallow the Sun
Local: Teatro Rival Petrobras
Endereço: Rua Álvaro Alvim 33
Abertura da casa: 19h00
Início do show: 20h00
Classificação etária: 16 anos

6/9 (sábado) - São Paulo SP
God is an Astronaut + Alcest + Fates Warning
Swallow the Sun + Labirinto
Local: Via Marquês
Endereço: Av. Marquês de São Vicente 1589
Abertura da casa: 20h00
Início do show: 20h50
Classificação etária: 18 anos

Aqui no Rio vou nos 2 dias e tento cobrir um pouco da coisa.

A venda de ingressos terá início em 10 de junho e tu compra aqui

Mais infos vai aqui

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Mars Red Sky - Hovering Satellites

Do Stranded in Arcadia


Review: Eyehategod - Eyehategod (2014)



New Orleans está em festa, sabe por quê? Pois bem, Eyehategod e Crowbar lançaram discos fodas este ano o Down nem tanto, mas o simples fato dos grandes daquela área lançarem próximos em data seus novos trabalhos é motivo de comemoração, bom trabalho pessoal!

Sinceramente, desacreditava que o Eyehategod voltaria com vida e algo novo, em 2012 rolou todo aquele frenezi de shows por ai e até o lançamento do single New Orleans Is The New Vietnam eu comecei a mudar a cabeça, com a promessa de um novo full para este ano, achei do caralho. 

Então o disco saiu, este hiato durou 14 anos, o monstro retornou do limbo com todo ódio e doença que você já pode imaginar, como é de costume. De boa, "Eeyehategod" me fez voltar no tempo e me lembrou tudo o que tinha ouvido no Take as Needed For Pain e Dopesick, lembrei muito destes 2 discos, o disco novo me fez parecer que a banda parou no tempo, de certo modo parou mesmo. O album conta com 44 minutos daquele sludge cru cheio de atitude redneck, Agitation! Propaganda! é o inicio de tudo aqui neste álbum, um som cheio de energia e uma puta pegada punk/hc, também foi a primeira música que ouvi, já dando a graça de como poderia ser o disco, depois ouvi Robitussin and Rejection que foi a primeira a liberarem para o povo ouvir, foi amor total. 

O intitulado é cheio de riffs poderosos e eles agarram na sua cabeça, achei muito legal a quantidade de variações na trilha, o que faz o disco ser impecável, Flags and Cities Bound, Parish Motel Sickness, Medicine Noose são outras porradas que deixo em destaque. Mike Williams recita, canta e berra como um bode manco, colocando para fora todos os seus distúrbios causando claustrofobia e desconforto, sim o disco causa desconforto e você deve ouvir isso agora o disco está inteirinho ai no fim do post, o que está esperando? 

Extremamente obrigatório e vai estar no meu top 5 deste ano.

RIP Joe Lacaze, participando de alguma forma do disco ou não.

Nota: 5/5

Crowbar - Walk With Knowledge Wisely

Do Symmetry In Black, Walk With Knowledge Wisely.